A web não é mais um ambiente apenas de navegação para pesquisas, compras e comunicação. O digital é a interface em que pessoas e empresas executam uma grande parte de suas tarefas e atividades diárias. Por isso, a segurança digital se tornou um tema tão importante.

A segurança digital é um importante segmento de TI dedicado para bloquear as ameaças que são vistas atualmente no ambiente digital. Ao operar uma simples rede social, por exemplo, trocamos informações, autorizamos conexões e expomos nossos dados em diversos momentos. Isso também acontece quando o seu colaborador acessa um software na nuvem, realizando um login e acessando arquivos que estão hospedados nesse ambiente online.

Assim, a segurança digital, diante dessas realidades, tem o papel de propor a proteção com o suporte de medidas e parâmetros de segurança. As boas práticas são sempre estimuladas. Além disso, há também a preocupação em disponibilizar ferramentas e dispositivos digitais que proporcionem esse nível de segurança.

Neste post, contaremos alguns segredos sobre a segurança digital que você precisa saber. Vale a pena conferir!

1 – Segurança digital é diferente de segurança da informação

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, segurança digital e segurança da informação não são a mesma coisa. A segurança digital tem uma proposta ampla de propor parâmetros e ferramentas que cuidem de toda operação online. Em meio a qualquer atividade online, os dados são transferidos, acessados e armazenados o tempo todo. Assim, a segurança da informação é um trabalho dedicado somente à proteção desses dados, com parâmetros específicos para eles.

2 – Ter segurança digital é importantíssimo

É impossível falar nos métodos e práticas do digital atualmente sem passar pela segurança. Ao mesmo tempo em que a troca de dados e a operação online acontece de maneira mais dinâmica, naturalmente aumentam consideravelmente os riscos à integridade de dados e softwares de empresas e de pessoas físicas.

3 – Boas práticas em segurança digital não é um bicho de sete cabeças

Adotar boas práticas em segurança digital é algo indispensável para qualquer organização.

As boas práticas em segurança digital não são necessariamente complexas e difíceis para serem adotadas, algumas delas são bastante simples, mas que podem evitar grandes prejuízos e problemas para a sua organização, só é preciso ter constância e consistência.

4 – O fator humano é ponto chave da segurança digital

Investir em ferramentas e soluções avançadas é essencial para conter ameaças e manter o ambiente digital e todos nele seguros. No entanto, não se pode contentar com as ferramentas digitais nem compartimentalizar a segurança em seu departamento. Assim como uma defesa em silos perde eficiência, deixar a segurança só sob o chapéu da TI reduz sua eficiência. O segredo está em manter todos engajados e para isso contar com a ajuda de outros departamentos. Segurança é uma responsabilidade compartilhada e contínua.

5 – Há lei para segurança digital no Brasil

O Brasil, apesar de ser o líder mundial em phishing, ocupa a 18º posição no ranking global de cibersegurança da ONU e em 3º lugar nas Américas.

O governo brasileiro também lançou um sistema para controle dos riscos de segurança baseado nas normas da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que trouxe uma base importante de segurança digital ao estabelecer regras de proteção de dados pessoais.

Gostou do artigo? Quer ficar por dentro em primeira mão de vários conteúdos interessantes como este, ligados à tecnologia? Então, assine nossa newsletter. 

Comments are closed.