Entende-se por Metaverso como um mundo virtual, onde as pessoas interagem entre si. Imagine-se fazendo compras online e tendo a sensação de realmente passear pelos corredores de uma loja ou reunir com colegas de trabalho em uma reunião utilizando salas 3D e avatares. Isso porque, basicamente, a ideia é que os usuários possam realizar atividades comuns como trabalhar, fazer compras e se divertir através de um mundo digital.

O Metaverso é considerado o futuro da internet e promete revolucionar os relacionamentos interpessoais. Mas, por mais inovador que o processo seja, há muitas dúvidas que afligem, sobretudo, o mundo dos negócios: como vai funcionar o metaverso e qual será seu impacto? Será que minha empresa está preparada?

No artigo de hoje vamos falar um pouco mais sobre o Metaverso e dar exemplos de empresas que já estão imersas nessa nova tendência. Confira!

Possibilidades para empresas no Metaverso

De modo geral, o Metaverso é um universo digital em 3D em que as pessoas podem interagir por meio de avatares ou representações virtuais de si mesmas, baseado em tecnologias como realidade virtual e realidade aumentada, que permite possibilidades de criação infinitas. Estamos falando de algo muito maior do que uma simples experiência de imersão em um cenário virtual. Trata-se do futuro da internet.

Se dentro do Metaverso em si as oportunidades são infinitas, se há um mundo virtual em que tudo pode ser criado, então o limite é a criatividade do empreendedor. Já existem, por exemplo, soluções em realidade virtual que permitem funcionários de uma mesma empresa trabalharem juntos em um escritório, só que remotamente, cada um de sua casa. Basta colocar o dispositivo e imergir nesse universo digital.

Mas, como preparar a minha empresa para o Metaverso?

O Metaverso revolucionará o panorama da comunicação online e, por isso, empresas de todos os tipos deverão prestar muita atenção a ele.

As empresas, de modo geral, deverão adaptar estratégias e experiências para um mundo que funciona à base de uma economia virtual compartilhada. Praticamente começar do zero, fazer pesquisas de mercado sobre novos clientes no Metaverso, para entender como eles agem e quais são suas preferências, pois podem ser totalmente diferentes da “vida real”.

Será necessário, sobretudo, ter uma camada de negócios muito bem apoiada na tecnologia, estar preparada e planejada, pois, o Metaverso não será dominado por uma única empresa, sendo um ecossistema com arquitetura aberta e colaborativa.

Algumas empresas que investem no Metaverso

Além do Facebook e da Microsoft, outras empresas já investem no metaverso, inclusive nacionalmente.

O Tinder está desenvolvendo um app baseado em avatares chamado ‘Single Town’, onde os membros poderão se encontrar em espaços virtuais e interagir através de conversas ao vivo.

A Disney já investiu em um novo conceito de tecnologia, misturando os mundos físico e digital, onde as pessoas podem interagir virtualmente.

A Adidas investiu na construção do Adiverse, metaverso da marca que será desenvolvido dentro da plataforma The Sandbox.

A Nike também anunciou recentemente o lançamento do seu próprio mundo virtual, inspirado no metaverso, na plataforma Roblox, cuja base de usuários é formada em sua maioria por crianças, adolescentes e jovens, chamado de ‘Nikeland’.

A marca de cerveja Budweiser está lançando sua própria coleção de NFTs (tokens), que além de dar benefícios, também servirá como um passaporte de entrada para seu próprio universo virtual, o ‘Budverso’.

No cenário nacional, o Brasil pode liderar essa corrida para o metaverso, pela vasta população e seu grande interesse por tecnologia. O Banco do Brasil é uma das empresas nacionais que já investem nessa nova realidade. Chamado de Complexo, o espaço do Banco do Brasil no Metaverso é um servidor de RolePlay que tem ações do mundo real transportadas para a cidade virtual.

Aos poucos o metaverso estará pelo Brasil e pelo mundo todo. As primeiras empresas ousarem se arriscar nesse universo também serão as primeiras na corrida da inovação e do sucesso.

Gostou do artigo? Quer ficar inteirado de assuntos interessantes, ligados à tecnologia? Então, assine nossa newsletter e receba em primeira mão nossos conteúdos. 

Comments are closed.