Imagine ter uma experiência imersiva em um mundo totalmente digital? Pois essa é justamente a proposta da realidade virtual (RV). Essa é uma tecnologia que estimula diversos sentidos nossos, mas dentro de um ambiente virtual, e que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado.

De acordo com um estudo da IDC, até 2020 tanto a realidade virtual, como a realidade aumentada, deve crescer 71% ao ano. Esse crescimento se deve tanto ao fato dessa tecnologia ser cada vez mais acessível, como também por ela ser facilmente aplicável em diferentes situações.

Seja dentro do mercado imobiliário com simulações virtuais de empreendimento, até demonstrações de produtos para clientes.

Origem da RV

Por mais que possa parecer uma tecnologia pós anos 2000, a Realidade Virtual nasceu na década de 30, com a criação do Link Trainer, o primeiro exemplo de um simulador de voo comercial.

A invenção de Edward Link era eletromecânica e tinha como objetivo simular turbulências para os futuros pilotos. Contudo, foi apenas na década de 60 que o primeiro dispositivo de RV no estilo óculos foi desenvolvido (muito parecido com o modelo que conhecemos hoje).

Foi exatamente em 1961 que os engenheiros Comeau & Bryan, que na época trabalhavam na Philco Corporation, criaram o primeiro HMD (Head-Mounted Display). O dispositivo continha uma tela de vídeo para cada olho e era preso na cabeça.

Além disso, Headsight, como foi chamado, também continha um sistema de rastreamento de movimento ligado a um circuito de câmera interno.

Qual a diferença de realidade virtual e realidade aumentada?

Apesar dos nomes parecidos, a realidade virtual (RV)e a realidade aumentada (RA) são tecnologias diferentes, que inclusive podem ser usadas em conjunto.

No caso da RV, o usuário é “transportado” para um ambiente virtual através de um dispositivo simulador, como os óculos VR.

Já na RA, o ambiente real é utilizado, mas nele são inseridos elementos virtuais, também através de dispositivos. Um exemplo popular em todo o mundo é o famoso jogo Pokémon GO.

Como a Realidade Virtual pode ser aplicada?

Um dos grandes diferenciais da realidade virtual é que ela pode ser aplicada em diferentes situações, tais como:

1.      Tours Virtuais

Uma das aplicações mais populares são os chamados tours virtuais. Neles o usuário pode visitar um local, mesmo que ele ainda não tenha sido construído, ou seja, inacessível para a maior parte das pessoas.

Esse tipo de aplicação é muito utilizada:

  • Dentro do mercado imobiliário para visitar empreendimentos na planta;
  • Museus;
  • Salas de aula;
  • Aulas de direção.

2.      Entretenimento

Outra forma de aplicação dessa tecnologia é no entretenimento, como em filmes e jogos de videogame. Inclusive, hoje já existem games feitos inteiramente com RV.

3.      Simulações de projetos da construção civil

A RV tem se tornado cada vez mais popular dentro da construção civil. Isso porque, atualmente já é possível utilizar esse tipo de tecnologia para simular projetos e assim identificar possíveis erros a serem corrigidos pelos profissionais.

Ou seja, essa tecnologia é muito flexível e pode ser facilmente implementada em diversas situações.

Gostou desse post, quer receber nossos conteúdos sempre em primeira mão? Então aproveite para assinar nossa newsletter.

Comments are closed.

Que tal ser o primeiro a receber nossos conteúdos sobre tecnologia?

Receba nossos conteúdos em 1ª mão.