Métodos para melhorar a produtividade são sempre bem-vindos para otimizar tempo e conseguir os melhores resultados. Uma maneira de ter mais organização e eficiência no trabalho é colocando em prática o método GTD.

 

Conhecer melhor este método e como ele pode ajudar no ambiente de trabalho é um jeito de conseguir incorporar o GTD em diversas atividades.

O que é método GTD?

O GTD (Getting Things Done) é uma metodologia focada em produtividade que consiste em gerenciar as ações e o tempo. 

 

Com cinco etapas, é possível realizar uma gestão eficiente, otimizando tempo e, principalmente, conseguindo realizar todas as tarefas de forma organizada e com qualidade, trazendo mais produtividade.

 

Um detalhe interessante deste método é que pode ser aplicado em diversas áreas: RH (Recursos Humanos), Marketing, finanças, produção, vendas, entre outros setores.

 

Incorporar este método nos negócios permite aos profissionais ter menos preocupações com o número de tarefas para serem feitas, pois, com a organização há a possibilidade de se concentrar mais, executando as atividades sem estresse e com mais eficácia, além de melhorar as técnicas de produtividade, direcionando o foco a cada ação.

Como aplicar o GTD?

O método criado pelo americano David Allen possui cinco etapas que ajudam a transformar a rotina de trabalho.

 

O processo de registrar todas as atividades deve ser feito em algum lugar/plataforma, ou seja, em uma agenda, planilha ou celular. 

 

Com isso, os profissionais de gestão podem organizar melhor o checklist de atividades e, assim, dar mais prioridade às demandas mais urgentes para manter a eficiência na produtividade., entendendo as prioridades e o que pode ser adiado.

 

As cinco etapas são:

  1. Coletar

Este processo consiste em registrar todas as tarefas que precisam ser feitas e ideias para novos projetos. 

 

Os profissionais podem fazer registros em algum espaço digital ou físico, colocando todas as informações que julguem ser importantes.

 

As anotações ajudam a ter uma noção de todas as atividades que precisam ser feitas, além de facilitar a organização e a visualização de prioridades.

  1. Processar

Nesta etapa, você pode se dedicar a analisar as tarefas e compreender melhor quais são as atividades que são mais urgentes. Uma maneira de facilitar a organização é dividir as tarefas em adiável e prioridade.

 

Projetos, metas e ideias de caráter emergencial, por exemplo, podem ser colocadas no topo da lista, assim será mais fácil decidir o que será feito primeiro de forma efetiva.

 

As marcas podem fortalecer a base de clientes, por exemplo, criar estratégias de Inbound Marketing precisa ser uma prioridade. 

 

O inbound é conhecido popularmente como marketing de atração e pode ajudar a aumentar as vendas, fidelizar clientes e ter mais lucros. 

 

Assim, caso seja o objetivo do negócio, é possível estabelecer criar conteúdos nessa estratégia entre as etapas de alcançar clientes, de forma detalhada e direta.

  1. Organização

Na terceira etapa é possível separar e organizar as tarefas por prioridade. Uma dica nesse caso é estabelecer um prazo de entrega, pois este detalhe ajuda os colaboradores a terem mais foco na execução.

 

Uma empresa que deseja aumentar as vendas, por exemplo, precisa colocar como prioridade a criação de anúncios para que os clientes conheçam as mercadorias. 

 

Para essa demanda, utilizar plataformas Ads como Twitter Ads, Google Ads e outras ferramentas são opções de excelente custo-benefício, sendo uma maneira de criar ótimas campanhas publicitárias, conforme as atividades propostas na rotina e a prioridade/grau de importância geral.

  1. Reflexão

Momento de revisão das listas para garantir que nada atrapalhe a execução. Nesta fase é possível atualizar a lista com informações importantes para a produtividade.

 

Esta ação pode ser feita sempre que for necessário, ou conforme mudar o nível de prioridade das tarefas.

  1. Fazer

É a hora de colocar tudo em prática, todos os projetos e ideias. A última etapa é o momento de executar, ou seja, fazer a distribuição de materiais focados em Marketing de Conteúdo, definir quais conteúdos a serem entregues, ou mesmo quais outras atividades são cruciais realmente para divulgar os lançamentos da sua marca e manter o fluxo de clientes, caso seja essa a atividade e objetivo do negócio, identificado nas primeiras etapas do método.

 

Esta é uma ótima estratégia para fortalecer a imagem do negócio, melhorar a lucratividade e ter mais destaque no mercado.

 

Com organização e sem interrupções, os colaboradores podem trabalhar com mais qualidade, focados e otimizando tempo, seja elaborando os conteúdos ou criando um novo fluxo de trabalho.

Benefícios do método GTD

O GTD é um dos melhores métodos para ajudar na produtividade, graça aos seguintes benefícios:

 

  • Otimização de tempo;
  • Organização e priorização de tarefas de forma clara;
  • Liberdade de escolha;
  • Ajuda na criatividade;
  • Traz mais adaptabilidade;
  • Proporcionar mais foco no presente e o relaxamento mental;
  • Traz bem-estar e equilíbrio;
  • Relaxamento mental, visto a sensação que a tarefa está em desenvolvimento;
  • Aumenta e melhora os resultados;
  • Promove mais foco e qualidade às tarefas;
  • Permite tomar decisões mais assertivas;
  • Ajuda no desenvolvimento da equipe;
  • Traz mais disciplina.

 

Portanto, incorporar o método GTD, independentemente da área de atuação, é uma excelente maneira de melhorar a produtividade, reduzir o nível de estresse das equipes e tornar a jornada de trabalho mais prática, economizando tempo, além de ter mais bem-estar.

 

Comments are closed.