A Internet das Coisas é uma tendência cada vez mais forte em todo o mundo. De acordo com um estudo da Worldpay mostra que a projeção de investimentos nessa tecnologia é de U$ 14,4 bilhões.

Em 2017, as empresas brasileiras investiram cerca de U$ 74 milhões nessa inovação, o que mostra um caminho de consolidação. Mas apesar de ser uma tendência em alta, muita gente ainda se pergunta o que a IoT pode mudar. 

E nesse post, vamos explicar mais à fundo como ela interfere no dia a dia, e quais são suas aplicações. 

Como a Internet das Coisas está presente no dia a dia?

Antes de mais nada, é importante esclarecer o que é a Internet das Coisas. Basicamente, essa é uma inovação tecnológica que permite que equipamentos, eletrodomésticos e outros objetos presentes no nosso dia a dia se conectem à rede mundial de computadores. 

Esse conceito surgiu em 1991, quando houve a popularização da conexão como conhecemos hoje. Contudo, foi apenas em 1999 que o termo foi utilizado em um artigo para jornal. 

De lá para cá, a Internet das Coisas passou de um conceito para uma tecnologia real. Provavelmente você já deve ter visto ou utilizado algum objeto que use essa inovação, sem nem mesmo saber. 

A IoT está presente de diversas maneiras no dia a dia, e abaixo nós listamos algumas das mais comuns e/ou famosas. 

  • Dispositivos vestíveis

Os dispositivos vestíveis, como os smartwatches, utilizam essa tecnologia de modo a captar dados dos usuários. Quando você usa um relógio inteligente, ele monitora todas as atividades do seu corpo, desde quantidade de passos até batimentos cardíacos. 

Posteriormente, essas informações podem ser usadas para o acompanhamento de hábitos diários, criação de planos de exercícios e muito mais. 

  • Casas inteligentes 

Mais um exemplo de aplicação da Internet das Coisas é a modernização de residências, tornando-as conectadas. Hoje já existem diversos eletrodomésticos e itens que se conectam à internet, permitindo que casas sejam controladas através de smartphones.

Portas com fechaduras eletrônicas, lâmpadas, sistemas de som, televisões e geladeiras são alguns exemplos de itens smart, que utilizam a inovação e que podem ser controlados facilmente por meio de softwares específicos. 

  • Carros 

Essa tecnologia também já está presente dentro do setor automotivo. Ela é aplicada de diferentes formas, dentre elas: 

  1. Carros autônomos; 
  2. Diagnóstico à distância de automóveis;
  3. Monitoramento de veículos;
  4. Prevenção de acidentes e muito mais. 

A Microsoft, por exemplo, já desenvolveu uma solução baseada em Internet das Coisas que permite o monitoramento de veículos via call center. Basicamente, um sistema online e inteligente faz o monitoramento do veículo e, caso o carro precise de manutenções preventivas, o motorista e a central da marca são avisados. 

Com a criação de inovações mais acessíveis que usam a IoT, e a tendência é que ela se popularize ainda mais, se tornando mais barata para a população de modo geral, e também dentro de empresas de todos os portes. 

Quer ficar por dentro das principais tendências de TI? Então aproveite para assinar a nossa newsletter  

Comments are closed.

Que tal ser o primeiro a receber nossos conteúdos sobre tecnologia?

Receba nossos conteúdos em 1ª mão.