Com a transformação digital do mercado, a cada dia novas tecnologias surgem. E uma das tendências do momento é a BIoT.

Basicamente ela é a junção de Blockchain e IoT. Ou seja, é uma união de duas tecnologias, que permite a digitalização de negócios de maneira escalável. 

Como funciona a BIoT?

A BIoT utiliza a tecnologia de Blockchain, de modo a permitir que a  IoT seja escalável. Dessa forma é possível desenvolver um modelo robusto, que realmente atenda as necessidades do seu negócio, mesmo que ele cresça rapidamente.

Para isso, a tecnologia de Blockchain é usada para permitir a padronização de processo, bem como a operação de dispositivos, mas sem a necessidade de um servidor central. Com isso, é possível garantir mais confiabilidade e segurança na troca de informações. 

Quais as vantagens de usar essa inovação?

Além de trazer mais segurança para os processos, a BIoT também tem várias outras vantagens. Dentre elas podemos citar: 

  • É possível monitorar operações de forma contínua, evitando assim dados maliciosos que podem afetar o negócio;
  • Registro de transações;
  • Dispensa a necessidade de intermediários;
  • Menor custo e mais autonomia, uma vez que a tecnologia atuará dentro da empresa, sem a necessidade de servidores centrais;
  • Maior confiança em segurança digital.

Ou seja, essa tecnologia chega para trazer mais liberdade para empresas que desejam atuar com dados e de modo conectado. 

Mercado e desafios da BIoT

O mercado de BIoT deve crescer muito nos próximos anos, principalmente por conta do fortalecimento de criptomoedas, que atualmente é o que mais utiliza a tecnologia de Blockchain. 

O segmento de Internet das Coisas também deve registrar um bom crescimento, principalmente baseado no seu uso na área de saúde. A estimativa é que haja um crescimento de 39% no mercado global, nesse sentido. 

Mas, assim como outras tecnologias, a BIot também tem vários desafios pela frente, principalmente na parte técnica. Um deles é o fato da construção dos blocos que baseiam a tecnologia de Blockchain demorar muito, o que dificulta a transição e possíveis alterações necessárias.

Outro ponto importante é que, para a tecnologia realmente trazer resultados efetivos para o negócio, é preciso ter uma mudança na cultura empresarial como um todo. É preciso ter em mente que a rede sairá da centralização e passará a ser descentralizada. 

Ainda é necessário levar em consideração pontos como os gargalos em velocidade de transação, a implementação de processos de verificação e até mesmo os limites de dados aplicados na empresa. 

Uma vez que o negócio consiga superar esses desafios, não há qualquer tipo de barreira para a implementação da BIoT. Essa é uma solução que pode gerar vários benefícios para empresas de diferentes portes e segmentos, desde que haja um processo de implementação detalhado, que leve em conta todas as operações, e seja feito por especialistas da área de TI. 

Isso exige uma mudança total de processos que os colaboradores precisam se adaptar. 

Quer ficar por dentro das últimas novidades sobre o mercado de TI? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e receber nossos conteúdos em primeira mão.

Comments are closed.

Que tal ser o primeiro a receber nossos conteúdos sobre tecnologia?

Receba nossos conteúdos em 1ª mão.