Senhoras e senhores! Desde o início da pandemia o número de pessoas trabalhando em regime home office e consequentemente, fazendo reuniões à distância no Google Meet e no Zoom não para de crescer. Quem será que ganha nesse combate?

Entretanto, uma dúvida recorrente é: qual plataforma escolher para fazer vídeo-conferências com os meus colaboradores? No combate de hoje dois lutadores entram no ringue, mas apenas um sairá com o cinturão. 

Por isso, apresento os dois competidores dessa noite:

Do lado direito temos o Google Meet. É um serviço que oferece vídeo-conferências, telefonemas e o envio de mensagens de texto. Para acessá-lo, é necessário ter uma conta no Gmail e até o dia  30/09/2020 o tempo das chamadas será ilimitado, inclusive para as contas gratuitas.

Há duas maneiras de iniciar as vídeo-conferências; todavia você pode fazer o convite a partir da Google Agenda, onde todos os convidados para a reunião receberão um link para acessá-la. Sobretudo, a outra opção é ir diretamente no botão “videochamada” e a partir daí convidar quem desejar.

Colocando créditos, é possível fazer ligações telefônicas para o mundo todo, surpreendentemente com uma tarifa mais acessível que a das chamadas telefônicas regulares.

E por fim,  possível enviar mensagens de texto para até 150 pessoas.

Do lado esquerdo temos o Zoom , que é uma plataforma que oferece uma combinação de vídeo-conferências, bate-papo e reuniões online.

Após a instalação do aplicativo, sobretudo,  é necessário criar uma conta e aceitar os termos de uso para poder iniciar chamadas. Caso você seja convidado para uma reunião e não queria fazer uma conta, tudo bem! Portanto, é só colocar o ID da reunião e seu nome nos locais indicados.

Quem será o campeão de hoje, Google Meet ou Zoom? Continue com a gente para descobrir.

“It’s time!”

Google Meet ou Zoom

Chegou o momento do combate! Google Meet ou Zoom? Em cada round serão analisados diversos critérios das versões gratuitas das duas plataformas. Quem será o vencedor? 

Round 1 – Acesso

Google Meet: você pode enviar o link das reuniões por e-mail ou WhatsApp e a partir desse link, acessá-las de qualquer navegador. O programa é compatível com iOS e Android;

Zoom: a plataforma está disponível para Android, iOS, Windows e Mac OS. Porém, não é possível acessá-la via Web;

Vencedor: Google Meet.

Round 2 – Número de participantes

Google Meet:  até 100 participantes por conversa;

Zoom: até 100 participantes por conversa;

Vencedor: empate.

Round 3 – Compartilhamento de tela

Google Meet: permite;

Zoom: permite;

Vencedor: empate.

Round 4 – Tempo limite da reunião

Google Meet: até o dia 30/09/2020 o tempo das reuniões é ilimitado. Após essa data, o tempo será de 60 minutos;

Zoom:  o tempo limite é de 40 minutos;

Vencedor: Google Meet.

Round 5 – Gravação de tela

Google Meet: apenas nas versões pagas;

Zoom: permite;

Vencedor: Zoom

Round 6 – Máximo de usuários em uma tela

Google Meet: 16 usuários;

Zoom: 49 usuários;

Vencedor: Zoom.

 

Round 7 – Segurança

Google Meet: usa a autenticação de dois fatores, além de seguir os fatores de proteção para DTLS (Datagram Transport Layer Security) e SRTP (Secure Real-time Transport Protocol);

Zoom: possui criptografia AES de 256 bits. Essa criptografia não é de ponta a ponta, ou seja, a videoconferência é criptografada quando sai do seu aparelho, é descriptografada na central de sistemas da Zoom e criptografada novamente na hora do envio para o usuário final. Isso quer dizer que a empresa tem acesso às informações das chamadas;

Vencedor: Google Meet.

Tivemos 2 empates, 2 vitórias Zoom e enfim 3 vitórias do Google Meet.

Especialmente se a segurança é um fator muito importante para você e a sua empresa, decerto o Google Meet é a plataforma mais indicada. Caso esse aspecto não seja essencial, as duas opções apresentam soluções semelhantes, então vale utilizar a que se adapta melhor às suas necessidades.

Acima de tudo, espero que tenham gostado do combate de hoje! Assine nossa newsletter para não perder nenhuma novidade.

Comments are closed.

Que tal ser o primeiro a receber nossos conteúdos sobre tecnologia?

Receba nossos conteúdos em 1ª mão.