Avaliar a qualidade do código é um procedimento importante para o desenvolvimento de qualquer solução. Não há nada pior do que passar horas criando as linhas e algoritmos, para no final descobrir que existem várias falhas de segurança e bugs.

Além disso, muitas vezes o problema não são as falhas, mas, sim, a compreensão daquilo que foi programado. O código fica tão confuso que é difícil compreender. 

Contudo, atualmente já existem algumas ferramentas para avaliar a qualidade do código.  

Ferramentas para avaliar a qualidade do código

Atualmente, existem várias ferramentas para avaliar a qualidade do código. E nós separamos algumas alternativas que poderão ajudar em diferentes aspectos, desde encontrar bugs até deixar as linhas mais legíveis. 

  • FindBugs

Quando o assunto é analisar código essa é uma das melhores opções. Isso porque, graças ao seu sistema de bug patterns, ela consegue indicar em que parte o seu código pode dar algum problema. 

Além disso, é possível criar “ações” programadas para evitar erros de programação. Por exemplo, se um programador colocar uma linha sem sentido, o programa irá corrigir automaticamente. 

  • Checkstyle

Essa é uma ferramenta para avaliar a qualidade do código no sentido estético. Ou seja, ela consegue avaliar se as linhas estão desorganizadas, confusas ou com informações desnecessárias. 

É possível verificar com esse app desde o tamanho das linhas, até o espaço entre elas. 

  • GitHub

Esse é um repositório de código que na verdade funciona como uma comunidade. Nele, é possível upar seus códigos e então verificar possíveis melhorias, por meio da experiência de outros profissionais. 

Outra vantagem dessas ferramentas é que ela também estimula o aprendizado.

  • PMD

O PMD é uma ferramenta que também tem como objetivo analisar as linhas programadas para verificar bugs. O bacana dessa plataforma é que ela consegue identificar desde trechos repetidos, até aqueles sem utilidade. 

Isso acaba sendo muito útil para a refatoração que é o processo de mudar o código para que ele tenha uma vida útil maior. Outro grande diferencial dessa alternativa é que ela analisa a complexidade ciclomática dos algoritmos. Assim você evita que o código possa tomar muitos caminhos diferentes  o que acaba dificultando a manutenção, a realização de testes e também a atualização. 

Benefícios de avaliar a qualidade do código

Ao avaliar a qualidade do código, é possível ter uma série de benefícios para a solução que está sendo desenvolvida. Um deles é evitar práticas ruins de programação. Quando não há um planejamento de programação, atitudes como criar nomes extensos, variáveis extensas ou métodos compridos são prejudiciais para a qualidade do código. 

E é justamente por meio da avaliação das linhas de programação, usando ferramentas como as usadas acima, que será possível deixar tudo mais limpo e organizado. Além disso, esse tipo de processo também ajuda a padronizar a linguagem, principalmente em equipes que possuem vários programadores atuando. 

Agora que você já sabe como avaliar a qualidade do código, não deixe de usar ferramentas de verificação. Você verá como isso fará toda a diferença para a sua solução.

Write A Comment