Você pode até pensar que não sabe o que é um Heatmap. E apesar de não reconhecer o termo, não há dúvidas de que já teve contato com esse recurso.

Os Heatmaps são uma maneira poderosa de entender o que os usuários fazem nas páginas do seu site, onde clicam, a que distância percorrem, o que olham ou ignoram.

Ou seja, é uma ferramenta de marketing indispensável para a empresa que visa a otimização de conversões. Isso porque ela é responsável por identificar padrões de usabilidade e navegação dos usuários e a partir dessas informações você criará estratégias mais assertivas baseadas no comportamento de seus visitantes. 

Neste post vamos falar um pouco mais sobre o que é, para que serve e como utilizar a função de um Heatmap para potencializar as suas vendas. Confira. 

O que é um Heatmap?

Salienta-se que os Heatmaps tenham originado no século 19, em que as representações dos padrões de dados em matrizes e tabelas eram feitas a partir de sombreamento manual em escala de cinza. Entretanto, o termo foi registrado pela primeira vez no início dos anos 90, quando o designer de software Cormac Kinney criou uma ferramenta para exibir graficamente informações do mercado financeiro em tempo real. 

Um Heatmap, mapa de calor em português, é um software para análise de dados que utiliza cores da mesma forma que um gráfico de barras usa altura e largura: como uma ferramenta de visualização de dados. Ou seja, é uma representação gráfica de dados em que os valores são representados por cores.

Um Heatmap mostra de forma mais visual os elementos mais populares (quentes) e impopulares (frios) de um site usando cores em uma escala de vermelho a azul. Dessa forma, ao agregar o comportamento do usuário, facilita a análise de dados, oferecendo uma visão rápida de como as pessoas interagem, auxiliando a identificar tendências e otimizar o engajamento.

Para que serve?

Os heatmaps servem para que as ações dos usuários nas páginas do seu site possam ser compreendidas.

Existem várias variáveis que podem afetar o seu negócio porque o comportamento de cada público é exclusivo. E, por isso, é tão necessário coletar informações diante do desempenho de suas próprias landing pages.

Um Heatmap usa um espectro de cores de quente a frio para mostrar as análises do seu site quais as partes da página recebem mais atenção.

Tipos de mapas de calor

Há três tipos de mapas de calor:

Mapas do movimento do mouse

Mapeia o movimento do mouse enquanto o usuário navega em uma página. Apesar de não ser o mais confiável, dá uma ideia do que é que chama a atenção do visitante e em quais partes da página ele permanece mais tempo.

Mapa de clicks

Este tipo de mapa é o mais confiável porque é baseado em ações concretas do visitante. É possível medir as áreas onde o usuário clicou, o número de cliques, o número de visitantes únicos nesta área do website, é possível saber quantos visitantes assistiram um vídeo, ou clicaram em uma foto, ou um botão de compra ou para saber mais informações.

Diante dessas informações, você poderá otimizar a estrutura da página e colocar nos melhores lugares os produtos mais populares, para obter os melhores resultados.

Mapa de scroll

O usuário precisa rolar várias vezes para baixo em landing pages longa, e a partir dessa análise é que se tem uma ideia mais específica de até onde o usuário chegou na página. E, com isso, você poderá acrescentar elementos mais relevantes no topo e diminuindo aos poucos o grau de importância.

Gostou do nosso artigo? Assine nosso newsletter e fique por dentro desse e de muitos outros assuntos interessantes no universo TI.

Comments are closed.

Que tal ser o primeiro a receber nossos conteúdos sobre tecnologia?

Receba nossos conteúdos em 1ª mão.